Saiba o que esperar da sala “Cena do Crime” do Escape Hotel

Você já se colocou no lugar de algum detetive / investigador? Quem nunca se imaginou um ao ler livros de mistério, ver seriados no estilo ‘CSI’ ou jogar videogames do estilo?

Muita gente, tal como eu, adora um grande enigma e sente prazer em desvendar um mistério! Tanto que a empolgação de ir à sala Cena do Crime do Escape Hotel começa assim que você se depara com uma porta.

A ansiedade diante das regras, a pressa do cronômetro… Dizer que para resolver esse jogo de escape basta seguir as pistas é superficial demais.

A sala semi-escura muda com a agitação nervosa de uma equipe de 7 pessoas! Desmontamos o local praticamente todo. Somente as paredes ficaram intactas, pois qualquer objeto pode ser uma dica, uma pista, um detalhe.

Repassamos alguns itens duas, três vezes. De repente alguém com dedos leves e sensibilidade nas mãos abre um cadeado sem desvendar a pista! Gênio?!

Respondemos variadas vezes de modo errado, claro. Mas não há tempo para a frustração. O tempo no relógio vai passando, alheio ao desejo da resolução do grupo. Recontamos e refizemos sequências de números… Às vezes a resposta mais simples é a solução. Mas quem se lembra disso na deliciosa agonia de revelar o mistério absoluto da sala?

A experiência de total absorção é inebriante… Entender cada pergunta que os objetos levam o grupo a fazer… Abrir caixas, encontrar chaves e itens inicialmente invisíveis dá o charme e a graça da experiência.

Melhor que a adrenalina, o cérebro tentando decifrar o mistério, compreender as charadas é a diversão pura entre amigos e, suprema façanha, terminar o jogo antes do prazo!

Não tem como não gostar! Independe do resultado do seu grupo, você sai de lá com a sensação de querer de novo!

Para informações e reservas, acesse: www.escapehotel.com.br.

por Maria Gabriela Pereira