Saiba o que esperar da sala “O Lobisomem de Varsóvia” do Escape 60

Nunca vi rastro de cobra, nem couro de lobisomem… Não, espera! Uma vez cacei um monstro desses!!

Jogos de Escapada, vamos ficando mais acostumados com a mecânica deles com o tempo, esta foi só a minha segunda vez, mas o olhar já me pareceu mais preparado. Fomos em uma das salas do Escape 60, na unidade de Moema. O jogo era sobre um lobisomem em Varsóvia e nós deveríamos resolver as pistas antes que a lua atingisse o ponto mais alto e o monstro se tornasse indestrutível.

O tema era bem legal e a sequência das pistas que encontramos foi boa, mas a sala deixou a desejar pela atenção a algumas coisas como: lanternas pouco carregadas e problemas com nosso material de anotação. São dificuldades que você não espera encontrar e, ainda que estivéssemos interpretando caçadores e isso pudesse acontecer, não acho que seja um detalhe de ambientação próprio para o jogo.

Quero reforçar que a ambientação, o cenário, certas partes que se abrem, é tudo bastante divertido, é a ideia desta sala nova é ótima. Seguimos mapas, violamos sepulturas, exploramos mausoléus e deciframos rituais, mas, concordamos em grupo que a conclusão da cena poderia ser melhor.

O último puzzle não faz nenhum sentido. Eu não poderia detalhá-lo neste texto, mas considerando a lenda do licantropo, o item usado para sua solução poderia ao menos ter alguma característica mais próxima às que conhecemos.

Enfim, aos próximos que jogarem, boa caçada! Lembrando que a sala estará disponível até o início de novembro.

por Gustavo Pessoa – especial para o Expressão Online